Até quando devo amamentar?

Embora as mães possam querer amamentar seus filhos por um longo período de tempo após o parto, a maioria delas não atinge seus objetivos.

Cada mãe e bebê são diferentes, portanto, decidir quando desmamar é uma escolha muito pessoal e é feita por várias razões.


Às vezes, o desmame é conduzido pelo bebê e às vezes é guiado pela mãe. No entanto, independentemente de quando, como ou por que você interrompe a amamentação, é importante para você e para o bebê que você tenha uma transição suave.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a amamentação como a única forma de comida ou bebida até os bebês atingirem seis meses de idade. No entanto, eles reconhecem que em todo o mundo, menos de 40% das crianças são amamentadas exclusivamente até os seis meses de idade.

A amamentação pode ser uma fonte alimentar complementar para crianças de até dois anos de idade.


O leite materno irá fornecer à criança todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável e também contém anticorpos que ajudam a proteger a criança de doenças comuns, como pneumonia e diarréia.


Também ajuda as mães. A amamentação tem sido associada a menor risco de câncer de mama e ovário mais tarde na vida, e pode ajudar as mães a voltarem ao seu peso antes da gravidez mais rapidamente, com taxas mais baixas de obesidade relatadas.



A transição do aleitamento materno exclusivo para o uso pleno dos alimentos é um período muito vulnerável.


É o momento em que muitos bebês ficam desnutridos, contribuindo significativamente para a alta prevalência de desnutrição em crianças com menos de cinco anos de idade em todo o mundo. Portanto, é essencial que os bebês recebam alimentos complementares apropriados, adequados e seguros para garantir a transição correta do período de amamentação para o uso completo dos alimentos.


Quando seu bebê estiver pronto para experimentar seu primeiro alimento sólido aos seis meses, você ainda poderá amamentá-lo.


Após os 6 meses de vida, a quantidade e tipos de alimentos a ser oferecido a criança variam.


  • Crianças de 6 a 8 meses devem começar com mingau grosso e alimentos bem amassados. De 2 a 3 refeições por dia, além de mamadas frequentes.

  • Entre 9-11 meses, ofereça alimentos bem picados ou amassados ​​e alimentos que o bebê pode pegar. De 3 a 4 refeições por dia, mais mamadas.

  • Já de 12-23 meses, a criança já pode consumir alimentos do dia-a-dia, picados ou amassados, se necessário e de 3 a 4 refeições por dia, mais mamadas.


Para todas idades citadas acima, dependendo do apetite da criança, 1 a 2 lanches podem ser oferecidos.


O correto é que você procure uma orientação do seu médico pediatra, pois cada criança pode necessitar de uma suplementação distinta em cada caso.


Dra. Noala Rodrigues

Médica Pediatra

CRM GO 15753

RQE 12438


AGENDE UMA CONSULTA


#dranoalapediatra #pediatraitumbiara #medicaitumbiara #alimentacaodobebe

#meubebê #amamentacao #itumbiara




11 visualizações0 comentário